segunda-feira, 1 de junho de 2015

O MUNDO E A IGREJA NOS DIAS ATUAIS


               O MUNDO E A IGREJA
Lembrando que a igreja somos nós. Deus, com sua misericórdia por nós, sempre nos dando alertas. Mas se Jesus retornasse hoje, será que nessa atual situação, iríamos para com ele? 
Não podemos fechar os olhos para o que está acontecendo. Pouco notamos o verdadeiro Batismo pelo Espírito Santo acontecendo, não se  ora nem busca-se a Deus verdadeiramente. 

A igreja dos nossos dias foi edificada sob a pregação do falso evangelho da chamada prosperidade material, e foi este falso evangelho que abriu as portas para a entrada de outras cobiças carnais e mundanas que têm contribuído para esta apostasia geral da Igreja em todo o mundo.
Esta apostasia é portanto de caráter espiritual porque implica o afastamento da fidelidade que é devida ao Senhor.
A Igreja de hoje promove uma vida negligente e compromissada com o mundo, apesar das sérias advertências da Palavra de que todo aquele que amar o mundo se faz inimigo de Deus (Tg 4.4), e que o amor de Deus não habita nele (I João 2.15) enquanto nesta condição.
Sem dúvida alguma, os cristãos de hoje estão confundidos acerca da Igreja. Existem centenas de denominações em todo o mundo, e todas presumindo ser a igreja verdadeira. O popular slogan "vá à igreja que mais lhe agrade" aceita esta condição e supõe que a Palavra de Deus seja falha em nos dar uma provisão adequada para estes tempos, guiando-nos em meio à confusão que reina na cristandade.

Mas, será que o Senhor Jesus queria deixar Seus seguidores sinceros em um tal estado de confusão? Vamos diretamente às Escrituras para mostrar o que Deus nos diz a respeito de Sua Igreja nos dias de hoje.A primeira epístola a Timóteo apresenta a "Casa de Deus" (1 Tm 3:15) de acordo com o pensamento de Deus. A segunda epístola apresenta "a Casa" quando esta foi arruinada pelo fracasso do homem e, em sua ruína, ficou semelhante a uma "grande casa" na qual "não somente há vasos de ouro e de prata, mas também de pau e de barro; uns para honra, outros, porém, para desonra" (2 Tm 2:20)

O crente que uma vez tenha visto a verdade da Igreja ou assembléia como a Casa de Deus, tal como ensinam as Escrituras, talvez não encontre nada ao seu redor que corresponda ou se ajuste a esta verdade. O que mais vemos na cristandade é uma "grande casa" na qual há vasos, uns para honra e outros para desonra. Será que a Palavra de Deus dá instruções para o Seu povo em condições como estas? Sim, ela mesma nos dá a resposta.

Se desejamos andar neste mundo de acordo com o propósito de Deus, devemos aprender que, por maior que seja nossa inteligência natural, por mais que nossa mente tenha sido instruída, por maior que seja nosso conhecimento das Escrituras, e por mais sinceros que sejam nossos desejos, se confiarmos em nossa inteligência não poderemos achar a senda de Deus para o Seu povo, em meio à confusão reinante na cristandade. Não somos capazes de encontrar o caminho por nós mesmos em meio às crescentes dificuldades, tamanha é a contínua oposição à verdade, ou de nos desembaraçarmos das várias questões e dificuldades que continuamente surgem.
Após reconhecermos claramente nossa total incompetência, poderemos aprender que não cabe a nós encontrar nosso caminho como melhor possamos fazê-lo, e que Deus nunca esperou de nós que tivéssemos alguma sabedoria ou capacidade em nós mesmos para andar de acordo com os Seus pensamentos. Bem podia o Senhor dizer a nosso respeito: "Sem Mim nada podeis fazer" (Jo 15:5).   

Deus tem feito provisão 
para que conheçamos a Sua vontade. Há três coisas que devemos recordar:   

1. 
Temos uma Cabeça no céu: Cristo na glória é a Cabeça de Seu Corpo, a Igreja; e toda a sabedoria está na Cabeça. Não temos nenhuma sabedoria em nós mesmos. É de extrema importância deixarmos nossas próprias "cabeças" e olharmos para Cristo como "a Cabeça" que nos guia. Se confiarmos em nossas próprias "cabeças", não estaremos, na prática, "ligados à Cabeça" (Cl 2:19).   

2. 
O Espírito Santouma Pessoa divina, está na Terra. O Senhor sabia que o Seu povo não seria capaz de manter-se, por si mesmo, em um mundo do qual Ele estaria ausente. Antes de partir, Ele disse: "E Eu rogarei ao Pai, e Ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre; o Espírito de verdade... Esse vos ensinará todas as coisas" (Jo 14:16,17,26). A defesa e a manutenção desta verdade não dependem dos crentes, mas da presença contínua do Espírito de verdade.   

3. 
Temos a Santa Escritura que, "divinamente inspirada, é proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra" (2 Tm 3:16,17), e que nos mostra "como convém andar na Casa de Deus, que é a Igreja de Deus vivo, a coluna e firmeza da verdade" (1 Tm 3:15). Mas, numa época em que a Casa de Deus foi convertida em uma ruína e quando já não temos mais a realidade da verdade, o homem de Deus ainda pode recorrer à infalível autoridade das Escrituras, por meio das quais pode verificar todas as coisas.   Contudo, em hipótese alguma a ruína do cristianismo, qualquer que seja o seu grau, poderá alterar a Cristo, ao Espírito Santo, ou as Escrituras. 

Cristo 
continua sendo a Cabeça no céu, com toda a sabedoria necessária para o Seu povo, tanto para estes últimos tempos, como o foi nos primeiros dias da cristandade. O Espírito Santo habita entre os que crêem com inalterável poder para guiar e reger. As Sagradas Escrituras permanecem com sua autoridade suprema e inalterável.   Não obstante, a cristandade, como um todo, tem posto de lado a Cristo, ao Espírito Santo e as Escrituras. 

Os grandes sistemas religiosos dos homens têm retido o nome de Cristo, enquanto têm abolido a Cristo como Cabeça no céu, nomeando-se cabeças terrenas. Roma tem seu Papa; a igreja grega, seu Patriarca; as igrejas protestantes, seus reis, arcebispos, presidentes ou moderadores. Por conseguinte, nesses grandes sistemas, pouco ou nenhum lugar é deixado ao Espírito. A máquina religiosa e os artifícios carnais do homem têm excluído o Espírito. E finalmente, os homens têm lançado o mais implacável ataque contra as Escrituras, manipulando-as a seu bel-prazer, até ao ponto de não restar quase nenhuma seita na cristandade que mantenha certo grau de reconhecimento de que TODA a Escritura é "divinamente inspirada" (2 Tm 3:16).   

O que devemos fazer? 
As Escrituras nos respondem definitivamente o que nós devemos manter e como devemos atuar sobre dois grandes princípios:   

1Separação de tudo o que é contrário à verdade de Deus - Tudo quanto seja uma negação da verdade da Igreja; tudo quanto negue a Cristo como sendo a única Cabeça de Sua Igreja; tudo quanto negue ao Espírito Santo como sendo nosso todo suficiente guia, e tudo quanto negue as Escrituras como sendo nossa absoluta autoridade, a qual permanece imutável.   

2. 
Associação com tudo quanto está de acordo com Deus - Depois de termos nos apartado do mal, as Escrituras insistem neste outro ponto igualmente importante. Em poucas palavras, "cessai de fazer o mal, aprendei a fazer o bem" (Is 1:16,17).   
O que nos dizem as Escrituras quanto à separação do mal? Todos devemos admitir que a separação deste mundo ímpio foi sempre necessária para o povo de Deus em todos os tempos; todavia neste tempo em que a cristandade encontra-se corrompida,  

 O cristão atual diz não negar nunca a Cristo, mas já O nega a cada dia, quando busca os valores inversos aos Seus ensinos. Infelizmente a sutileza dos enganos fez do cristão atual mais um religioso dentre tantas religiões. O cristão atual é tão cego à realidade do Evangelho que considera heresia ensinos sobre desprendimento material, afinal foi-lhe incutido que pobreza é coisa do diabo. O servir é coisa de derrotados; o não se conformar com esse mundo é demagogia, pois vivemos nele. Mudar essa mentalidade demoniacamente construída é quase impossível, só pela obra do Espírito Santo.
Viver em santidade ficou no passado ou é coisa de “crente fanático”. Satanás sabe que somente com o encontro REAL com Deus e com o Selo do Espírito Santos, os olhos de pessoas são abertos e elas terão nojo do pecado e mudarão radicalmente suas vidas. 

Então estão sendo colocadas setas para que isso não ocorra. Preferem as obras da carne e não buscam verdadeiramente o batismo. Com isso, as igrejas estão enfraquecendo para as coisas de Deus e fortificando as obras da carne. Nos olhos de muitos irmãos e Pastores verdadeiros está marcado o lamento por esse acontecimento, mas não desistam de lutar. 
                                               Adoração ou Show Gospel? 

Templos (casas de oração) com verdadeiro culto a Deus sendo raridade. Igrejas de hoje com variedade de shows gospel. Povo acaba se esfriando, a presença de Deus ficando cada vez mais ausente, sem amor ao próximo. 

Dormem e se cansam na hora da palavra, mas na hora do “louvor” vibram.  

Louvor a Deus? Hipocrisia dizer, pois estão esperando muitos instrumentos musicais e uma música que seja agitada com letra emocionante e ótima para cantar. Agradam a carne, mas o Espírito permanece o vazio. 


Letras que edificam o homem, não glorificam a Deus, só pede coisas pra Deus, impõe o que Deus Tem que fazer. 

Muitos se emocionam por causa dos instrumentos musicais ou pela linda voz de quem canta. Pular, correr, “tirar o pé do chão”.  


A bíblia nos ensina que devemos fugir das obras da carne e dos desejos da mocidade. 
(Gálatas 5:19 e II Timóteo 2:22) 

O evangelho é um só e deve ser dita a verdade. Está sendo ensinado que é necessário cantar bem e tocar bem os instrumentos musicais. E o verdadeiro Espírito está se esfriando. Os dons e a sabedoria vem de Deus. Mas realmente fica tudo muito lindo, mas nada espiritual. 

Deus é Santo e a casa onde se reúnem a igreja de Deus deve ser Santa. Maravilhosas eram aquelas igrejinhas que só tinha um microfone e nada de novos instrumentos e o poder de Deus agindo maravilhosamente naquele lugar. 


Pois não eram os instrumentos que emocionavam, sim o Espírito de Deus. Maravilhosos eram os hinos verdadeiros cantados com humildade, simplicidade e adoração ao Deus que tudo fez.  
CONCLUSÃO:
A igreja de Cristo esta interessada em almas e em verdadeiros Cristãos que o adorem em Espirito e em verdade, acordem igreja em quanto a tempo ."Por isso diz: Desperta, tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos, e Cristo te esclarecerá." Efésios 5:14

Falar em Cristo Jesus e ensinar o verdadeiro evangelho da cruz é o que existe de mais valioso é uma aliança que tenho com Deus.

Alcy Serva do Sr. Jesus

Um comentário:

  1. Estive a ver e ler algumas coisas, não li muito, porque espero voltar mais algumas vezes, mas deu para ver a sua dedicação e sempre a prendemos ao ler blogs como o seu.
    Gostei de tudo o que vi e li.
    Vim também desejar muita paz,saúde e grandes vitórias.
    São os votos do Peregrino E Servo.
    Abraço.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir